Nepal: Cristãos condenados por ‘violência e feitiçaria’ são inocentados

Nepal: Cristãos condenados por ‘violência e feitiçaria’ são inocentados

Nepal

Quatro cristãos nepaleses condenados no ano passado a cinco anos de prisão foram libertados, após a pena ser revertida. Lali Pun, Bimkali Budha, Ruplal Pariyar e sua esposa, Ganga, foram detidos em julho de 2016 e julgados culpados em dezembro do mesmo ano. Uma outra cristã, Rupa Thapa, foi considerada inocente e liberada depois do julgamento.

Os cinco cristãos foram acusados de violência e feitiçaria após terem orado por Seti Pariyar, uma mulher que tinha uma doença mental e que foi curada depois da oração.

O sogro da suposta vítima, que é cristão, a enviou à igreja para que orassem por ela por estar aparentemente possessa por demônios. Testemunhas relataram que Seti Pariyar saiu da igreja antes do fim do culto. Depois foi encontrada gritando e se autoflagelando numa floresta próxima, e então foi levada para casa.

Os motivos da prisão

Mais de um mês depois um empresário levou o incidente à mídia. Com base no relato desse veículo de comunicação, Bhisma Pariyar apresentou uma queixa contra os cinco cristãos, que foram presos. A própria Seti Pariyar testemunhou a favor dos cristãos e disse que foi curada pela oração. Seu marido também testemunhou a inocência dos acusados. Além de outras acusações, em todas as audiências eles foram questionados sobre tentar converter Seti Pariyar, embora essa acusação não fosse oficial.

Na época, líderes da igreja local disseram que acreditavam que os cinco haviam sido alvo por pertencer à minoria cristã do país. Em 2015, o Nepal apresentou uma nova Constituição que considerava o proselitismo ilegal.

Em uma declaração, a Federação Nacional de Cristãos agradeceu ao tribunal por “libertar nossos inocentes” e disse que vai continuar a apoiar os cristãos e suas famílias após a libertação.

Classificação de perseguição

Embora o Nepal não esteja entre os 50 países da Classificação da Perseguição Religiosa de 2016, ele é o 51º na pontuação que identifica os países perseguidores de cristãos, tendo como vizinhos a China, que é o 33º, a Índia como 17º e Bangladesh ocupando o 35º lugar.

O que acontece ao redor do Nepal pode influenciar na vida da igreja no país, além disso, em 2012 houve uma intervenção na elaboração da nova Constituição nepalesa, quando extremistas hindus tentaram oficializar o hinduísmo como religião oficial do Estado.

Pedidos de oração: Ore pela restauração emocional e espiritual desses quatro irmãos após o período na prisão. Peça para que Seti Pariyar seja uma testemunha do poder de Deus. Clame para que nossos irmãos nepaleses possam expressar a fé com liberdade e respeito.

 

Fonte: Verdade Gospelnepal

Leave a Reply